fbpx

No capítulo 6 do livro Pai Rico, Pai Pobre o autor ensina a quinta lição sobre como os ricos possuem o dom de inventar dinheiro.

No capítulo 7, vamos aprender a sexta lição sobre a busca pelo aprendizado estar acima da busca pelo dinheiro quando se trata de trabalho.

Capítulo 7 – Lição 6: Trabalhe para aprender – não trabalhe pelo dinheiro.

Em resumo, neste post falarei de:

Aprender e dominar habilidades

O autor começa com a seguinte frase:

Muitas pessoas precisam apenas aprender e dominar uma habilidade a mais e sua renda aumentará exponencialmente. Já mencionei que a inteligência financeira é uma sinergia entre contabilidade, investimento, marketing e direito. Combine essas quatro habilidades técnicas e ganhar dinheiro, com dinheiro, será mais fácil.

Robert Kiyosaki
Quando se fala de dinheiro a única habilidade que a maioria das pessoas conhece é trabalhar mais

Por exemplo, quem aprende mais: uma pessoa no mesmo emprego por 10 anos ou uma pessoa que teve vários empregos diferentes?

O próprio autor descreve no livro que teve diferentes empregos. Em cada um deles, conseguiu acumular conhecimento em áreas diferentes, como por exemplo, quando ele foi trabalhar como vendedor na Xerox.

Robert diz, portanto, que essa expertise comercial ajudou muito ele na parte de marketing. Ou seja, era uma habilidade que ele desenvolveu através de seu emprego e usou para sua vida, através da compra e venda de imóveis.

O caso de Steve Jobs

Similarmente, o fundador da Apple, Steve Jobs, cursou uma disciplina de caligrafia na faculdade. Mas, apesar de parecer um simples curso de que nada serviria, foi o principal atrativo dos produtos da Apple.

Isto é, o design dos dispositivos Apple sempre passaram pelo olhar criterioso de Steve Jobs. De fato, se tornaram um diferencial competitivo frente aos concorrentes.

Fuja de empregos confortáveis

Há outra terrível teoria da administração que diz: “Os empregados trabalham apenas o suficiente para não serem demitidos e os empregadores pagam apenas o suficiente para os trabalhadores não irem embora.” E se você observa a escala salarial da maioria das empresas, diria que há uma certa verdade na afirmação.

Robert Kiyosaki
Resultado: você não cresce!

É lógico que não são todos os casos, contudo, geralmente os trabalhadores não progridem.

Isso porque o que eles sabem fazer é conseguir um emprego seguro, que traga salários e benefícios a curto prazo, mas que não levam a muita coisa no longo prazo.

Procure empregos que te qualifiquem no que você não é bom

Por exemplo, o próprio autor descreve no livro que teve diferentes empregos. Assim, em cada um deles, conseguiu desenvolver uma habilidade que não era bom.

Sobretudo quando conseguiu o emprego de vendedor na Xerox, que na época era um dos melhores programas de treinamento em vendas dos Estados Unidos.

Depois que treinou e praticou a habilidade de vender por alguns anos, Robert Kiyosaki se tornou um grande vendedor.

Além disso, aplicou seu aprendizado no seu negócio pessoal de comprar e vender imóveis.

Para onde seu emprego está te levando?

Frequentemente pergunto às pessoas: “Para onde essa atividade diária está levando você?” Como o pequeno hamster, duvido que as pessoas olhem para onde seu trabalho árduo as está levando. O que o futuro oferece?

Robert Kiyosaki
Responda essas perguntas com sinceridade

Há quanto tempo você faz a mesma coisa no seu trabalho?

Qual foi a última vez que você fez algo novo?

Você participou de algum projeto recentemente?

O que você faz hoje te ajuda na sua vida pessoal?

Como você pode aproveitar da sua atividade diária para se desenvolver?

São essas questões que você deve estar se perguntando no seu trabalho.

A instrução vale mais do que o dinheiro a longo prazo

Vamos supor que você possa escolher entre ganhar R$1 milhão ou saber como ganhar R$1 milhão, qual você escolheria?

Se você escolher ganhar R$1 milhão, você somente terá aquele R$1 milhão. No entanto, no longo prazo, vai acabar gastando e voltando ao padrão de vida atual.

Pelo contrário, se você escolher saber como ganhar R$1 milhão, por mais que você perca tudo, você sempre saberá como ganhar de novo.

Esse é o poder da instrução, você não perde, você não gasta, ou seja, uma vez adquirido ele permanece.

A vida se parece muito com ir à academia

Mas para aqueles que ainda estão em cima do muro em relação à ideia de trabalhar para aprender algo novo, ofereço esta palavra de incentivo: a vida se parece muito com ir à academia. A parte mais difícil é se decidir a começar. Uma vez feito isso, fica fácil. Em muitas ocasiões, ficava temeroso de ir para a academia, mas chegando lá, em movimento, era ótimo. Depois dos exercícios fico feliz de ter me decidido a ir.

Robert Kiyosaki

Começar é sempre difícil

O exemplo que o autor deu de começar a ir na academia é perfeito e eu ainda acrescento: os primeiros dias são os mais dolorosos, porque nossos músculos ainda estão se adaptando à algo que é novo.

Da mesma forma, trabalhar para aprender algo novo começa primeiro com você indo atrás. Ou seja, vencendo o primeiro dia, passando pelas dores, mas também sendo recompensado no final.

Seu hambúrguer é melhor do que o McDonald’s?

Quando pergunto às minhas turmas “Quais de vocês fazem um hambúrguer melhor do que o do McDonald’s?” quase todos levantam a mão. Então pergunto: “Se a maioria de vocês faz um hambúrguer melhor do que o do McDonald’s, como pode ser que o McDonald’s ganhe mais dinheiro do que vocês?”

A resposta é óbvia: o McDonald’s é um ótimo sistema de negócios. A razão pela qual tantas pessoas talentosas são pobres é que elas se concentram na preparação de um melhor hambúrguer e sabem muito pouco sobre sistemas de negócios.

Robert Kiyosaki
Quantas coisas que fazemos melhor do que muitas empresas, mas ganhamos menos que elas?

O autor deu o exemplo do hambúrguer, mas pare pra pensar no que você faz melhor do que muita empresa. Coisas relacionadas ao dia a dia, coisas relacionadas ao seu trabalho, sua casa, seu lazer, tecnologia, variedades, etc.

Se for o caso, tire alguns minutos para listar tudo aquilo que você faz de melhor do que uma empresa que está hoje no mercado.

O que você conhece sobre sistemas de negócios?

Enfim, faça essa reflexão do que falta para você fazer algo tão bom e ainda não estar ganhando dinheiro com isso como uma empresa ganharia.

Um exercício que eu gosto de fazer são contas mentais da viabilidade dos negócios.

Por exemplo, vamos supor que você vai em um restaurante.

Você dá uma olhada no cardápio e já sabe mais ou menos quanto custa uma refeição. Depois, você faz vezes o número de pessoas no local e pelos dias do mês.

Posteriormente, você vai pensando nas despesas que o restaurante tem: aluguel, funcionários, alimentos, bebidas, energia elétrica, etc.

Com isso, você vai tentando pensar como dono do negócio. Isto é, vai imaginando como o sistema de negócios funciona.

Esse exercício vai te ajudar a colocar em prática o seu negócio. Ou seja, aquilo que você faz bem, mas agora com você sendo o dono desse negócio.

3 habilidades administrativas necessárias para o sucesso

As principais habilidades administrativas necessárias para o sucesso são:

1. Gestão do fluxo de caixa.

2. Gestão de sistemas (incluindo você e o tempo dedicado à família).

3. Gestão de pessoal.

Robert Kiyosaki
Como você pode adquirir conhecimento dessas 3 habilidades no seu trabalho?

Por exemplo, na gestão de fluxo de caixa, mesmo que você não trabalhe na área financeira, você pode pedir para o responsável da área te ensinar.

Além disso, você também pode provocar isso na sua empresa.

Experimente dar a ideia para o seu chefe de as áreas da empresa fazerem uma apresentação. Assim, cada uma mostraria quais são as atividades e como isso ajuda a empresa como um todo.

Ou então, tente almoçar com alguém dessas áreas. Além de adquirir o conhecimento dessa área, você ainda desenvolve a habilidade de gestão de pessoas.

A habilidade de vender

As habilidades especializadas mais importantes são vendas e compreensão da comercialização. É a habilidade de vender — portanto, de comunicar-se com outro ser humano, seja cliente, funcionário, chefe, cônjuge ou filho — a base para o sucesso pessoal.

São habilidades de comunicação como redigir, falar e negociar que são cruciais para uma vida de sucesso. São habilidades que exercito constantemente, fazendo cursos ou comprando fitas educativas para expandir meu conhecimento. Como já mencionei, meu pai instruído trabalhava cada vez mais arduamente quanto mais competente se tornava.

Robert Kiyosaki
Quem não se comunica se trumbica!

Já diria o velho Chacrinha, a comunicação é essencial.

Para isso, como o próprio autor disse, vale a pena não somente investir no desenvolvimento dessa habilidade no trabalho, mas também fora dele com conhecimento através de cursos.

Melhorar a capacidade de comunicação

Ter uma especialização técnica tem seus pontos fortes e fracos. Tenho amigos que são gênios, mas não conseguem comunicar-se efetivamente e, em consequência, seus ganhos são lamentáveis. Eu os aconselho a passar um ano aprendendo a vender. Mesmo se não ganharem nada, sua capacidade de comunicação melhorará. E isso não tem preço.

Robert Kiyosaki
Quem tem boca vai a Roma!

Outra frase clichê para refletir o trecho do livro, mas que faz todo sentido.

Em cada empresa, existem pessoas que fazem um bom trabalho, mas não sabem divulgar isso em seu favor. Por outro lado, aqueles que sabem se comunicar de forma mais efeitiva passam na frente.

Saber se vender é uma habilidade necessária para o crescimento. Tanto no pessoal, quanto no profissional.

Conclusão

Em suma, neste capítulo, você aprendeu que:

  • é preciso aprender e dominar habilidades constantemente;
  • a instrução vale mais do que o dinheiro a longo prazo;
  • a habilidade de vender é essencial para o sucesso.

No próximo post, falarei sobre o oitavo capítulo do livro “Como superar obstáculos”.

A ideia é mostrar as cinco razões que levam pessoas financeiramente alfabetizadas a não desenvolver uma coluna de ativos significativa.

Murilo Massaretto

Murilo MassarettoEconomista com especialização em Finanças, Investimentos e Banking