fbpx

Como viajar barato explorando a região?

Um dos grandes segredos para quem quer viajar gastando pouco é explorar a região em que você mora. Você já parou para pesquisar quantos lugares fantásticos existem na sua região?

Nesse post falarei de:

Vantagens de explorar a região

Se você quer começar a viajar, procure as atrações da sua região. Seja nos blogs de viagens, na opção “explorar” do Instagram, no Google Maps ou secretaria de turismo das cidades perto de onde você mora. Tenho certeza que você vai achar algum lugar próximo, barato de visitar, além de perder o medo de viajar.

Existem 5 vantagens principais de explorar a região onde você mora:

1-Incentiva a economia e o turismo local

Ao visitar lugares e atrações próximos da região onde você mora, provavelmente irá consumir alguma bebida, alimento ou contratar um guia para o passeio. Com isso, estará incentivando a economia e o turismo local.

Dessa forma, mesmo que seu gasto seja muito pequeno, gerará um fluxo de crédito para aquele lugar, principalmente se ele tiver afetado pela pandemia.

2-Mais barato

Por ser próximo à sua região, um passeio como esses também custará menos. Isso porque, como o deslocamento é menor, você terá um gasto menor com transporte (passagem, pedágio, combustível, etc.).

Além disso, a probabilidade de ter que reservar uma hospedagem também é menor, uma vez que você pode fazer uma viagem bate-volta no mesmo dia.

Por fim, ainda poderá levar seus próprios mantimentos, que podem fazer com que sua viagem saia mais barata ainda.

3-Dá pra fazer num final de semana ou até mesmo em um dia bate e volta

Como eu havia dito no item anterior, por ser um passeio próximo, são grandes as chances de você conseguir explorar a região sem precisar ficar muitos dias longe de casa.

Aliás, uma das minhas modalidades preferidas de viagem para explorar a região são as de bate-volta pela região. Desse modo, costumo acordar cedinho, explorar o máximo das atrações do local e voltar no mesmo dia, as vezes até aproveitando o entardecer para curtir o pôr do sol em lugares diferentes.

4-Se algo der errado sua casa está próxima

Caso alguma coisa aconteça na sua viagem explorando a região e você precise retornar, fica muito mais fácil do que uma viagem para outro estado ou país.

Imagine, por exemplo, se você vai fazer uma trilha e quebra o pé. No caso de viagens próximas da região, você pode até tentar uma remoção de um hospital para outra pela ambulância. Agora, se isso acontece em outro estado ou outro país, as coisas já ficam mais complicadas.

5-Treinamento para viagens maiores

Em qualquer processo de aprendizado na vida você terá que começar pequeno, exercitar e repetir até ficar bom naquilo. Com viagens não é diferente!

Por isso, viagens rápidas para explorar a região podem servir como para você testar o seu planejamento, o cumprimento de horários, o comportamento frente às adversidades, etc. Além do mais, para quem tem medo de viajar sozinho, começar pela região pode ser um bom termômetro para saber se está preparado para dar um passo maior.

Agora, vou mostrar para você alguns exemplos de viagens pela região que podem ser extremamente simples de planejar e incrivelmente baratas.

Viagens baratas pela região

Minhas viagens pela região sempre foram perto de duas moradias que tive.

A primeira é a de São José dos Campos-SP, onde morei durante 7 anos após terminar a faculdade. Por outro lado, em alguns finais de semana eu voltava para minha cidade natal, na casa dos meus pais em Itatiba-SP.

Para cada uma dessas cidades, pude fazer vários passeios explorando a região, por isso, vou citar alguns deles abaixo para poder te inspirar.

Atibaia

Em um dos finais de semana que fui visitar meus pais em Itatiba, combinei com um amigo e fomos até a Pedra Grande em Atibaia, que fica a cerca de 40km de Itatiba.

A vista lá é maravilhosa e você consegue chegar até o topo de carro ou pela trilha.

Portanto, os únicos gastos que tive foram combustível e pedágio, que totalizou ida e volta cerca de R$30,00. Como estava com um amigo, ficou ainda mais barato, R$15,00 por pessoa.

Entretanto, se a gente tivesse conseguido convencer mais 3 pessoas e lotado o carro, ficaria apenas R$6,00/pessoa.

E o melhor, não precisa de muito planejamento e dá para fazer tudo no mesmo dia.

Analândia

Analândia é uma cidade que fica a cerca de 170km de Itatiba e possui um atrativo natural muito bonito chamado Morro do Cuscuzeiro.

Esse nome foi dado pela semelhança do morro com um cuscuz. No entanto, a melhor parte é que de frente existe mais um morro muito bonito com nome de Morro do Camelo, onde é possível ver o Morro do Cuscuzeiro de frente.

Na foto abaixo, estou no Morro do Cuscuzeiro e aquele no fundo é o Morro do Camelo.

Em um sábado, saí por volta das 6:30 de Itatiba, fiz uma escalada e rapel com guia no Morro do Cuscuzeiro e acabei fazendo algumas amizades com o pessoal que estava junto.

De lá, combinamos de visitar juntos a Cachoeira da Bocaina, afinal, ficava perto e tinha uma vista muito linda da região.

Por fim, fomos ainda no Morro do Camelo e pude contemplar a vista do pôr do sol contracenando com o Morro do Cuscuzeiro no mesmo plano.

DCIM\100GOPRO\GOPR0227.JPG

Enfim, foi uma viagem incrível onde gastei um total de R$370 incluindo o transporte, alimentação, o guia para escalada e rapel e a entrada da cachoeira. Entretanto, caso eu tivesse ido com mais 3 pessoas no carro, esse valor cairia para R$205.

Nada mal para um dia perfeito como esse!

Campos do Jordão

Durante o tempo que estive em São José dos Campos, aproveitei para ir um final de semana para Campos do Jordão, pois fica a cerca de 80km de distância.

Saí de São José dos Campos em um sábado de manhã e voltei no domingo a noite, pagando somente o valor de uma hospedagem. Além disso, foi o suficiente para conhecer os principais pontos turísticos da cidade e ainda fazer um voo de paraglider.

Logo que cheguei lá, eu visitei alguns pontos famosos da cidade, almocei e depois voltei pra Santo Antonio do Pinhal, cidade vizinha, pra fazer um voo de paraglider do Pico Agudo.

Foi muito emocionante, porque foi a primeira vez que tinha feito algo desse tipo.

Na parte da noite, fui pro famoso bairro do Capivari pra comer, tomar uma cervejinha e tirar a foto no termômetro.

Em seguida, voltei pro chalé que eu havia alugado no Airbnb pra dormir no friozinho da montanha.

No domingo, terminei de ver as outras atrações e então, fui no Parque Florestal do Horto e aproveitei para comer bastante antes de voltar para São José dos Campos.

Ou seja, em plena temporada, eu consegui visitar a cidade e ainda gastando pouco.

Pedra do Baú

A Pedra do Baú fica um pouco mais a frente de Campos do Jordão, no município de São Bento do Sapucaí, isto é, a cerca de 108km. Mas também dá pra ser visitada em um bate-volta.

Foi exatamente o que fiz, pois saí no sábado de manhã e voltei antes do pôr do sol.

Nessa viagem, eu fiz um bate-volta de um dia e só gastei com o combustível e alimentação durante a trilha, ou seja, mais uma viagem explorando a região, explorando a natureza e muito barato.

Enfim, esses são alguns dos exemplos para te inspirar a buscar locais na sua região para começar a viajar. Mas quero saber de você nos comentários, quais são seus próximos destinos na região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.