fbpx

Como montar um roteiro de viagem?

Assim como um quebra-cabeças, montar um roteiro de viagem é um processo de juntar peças, através de informações aleatórias, até que a sua “obra de arte” esteja completa. Porém, assim como o quebra-cabeças, esse processo pode ser simplificado se alguns passos forem seguidos.

Nesse post falarei de:

Mapa do Planejamento de Viagens

Segundo o Mapa de Planejamento de Viagens que eu criei, após definida a data e o local da viagem, o terceiro passo é criar o roteiro, ou seja, pesquisar as atrações, passeios e atividades.

Mapa de Planejamento de Viagens

Essa fase envolve bastante pesquisa, pois cada local possui diversas atrações, passeios e atividades e, dessa forma, saber como encaixar o máximo disso no seu roteiro é o que faz do seu planejamento de viagens valer a pena cada centavo investido na viagem.

Por isso, separei alguns passos de como faço para montar o roteiro, ou seja, como eu encaixo todas as peças do quebra-cabeças para que forme uma viagem perfeita da viagem.

Quanto Custa Viajar?

A primeira coisa que eu faço no roteiro é entrar no site Quanto Custa Viajar, procurar o meu destino e fazer um orçamento inicial da viagem. Por exemplo, vamos supor que eu queira viajar para Bonito-MS.

Para isso, basta colocar o mês da viagem, a cidade de origem, o número de dias e o tipo de hospedagem. Nesse caso, escolhi uma viagem no final do ano, saindo de São Paulo, ficando 3 dias em um hostel/albergue.

Site: Quanto Custa Viajar

Além de ter uma base de preços e custos de viagem, ainda consigo ter uma noção do que fazer durante os dias. Isso porque o site já traz algumas recomendações de atrações, passeios e atividades.

Por exemplo, nesse exemplo de viagem para Bonito, o total da viagem ficaria em R$ 2.080,41.

  • Passagem: R$ 1.253,00
  • Hospedagem: R$ 120,00
  • Alimentação: R$ 130,50
  • Transporte: –
  • Atrações: R$ 194,00
  • Passeios e Atividades: R$ 382,91
Site Quanto Custa Viajar

Porém, aqui está o grande segredo do planejamento de viagens. Pois, ao aprofundar a pesquisa e passar pelos passos do mapa de planejamento de viagens, esse orçamento será bem menor, porém com muito mais atrações, passeios e atividades.

Por exemplo, eu já consegui uma passagem pra Bonito por apenas R$ 221,02, ou seja, uma redução de 82% no preço do orçamento inicial.

Passagem promocional para Bonito-MS

Portanto, o próximo passo agora é ir atrás das atrações, passeios e atividades para encaixá-las dentro dos 3 dias, além de otimizar o orçamento inicial.

Guia Melhores Destinos

Uma das fontes que eu uso para pesquisar sobre o que fazer em algum destino é o Guia Melhores Destinos.

Todos os meses a equipe do Melhores Destinos viaja para conhecer novos destinos e escrever guias com tudo que você precisa saber de cada local. O que fazer, onde ficar, onde comer, como chegar, praias, compras, transportes, vida noturna, fotos, dicas e muito mais!

Por exemplo, no caso de Bonito, temos várias informações sobre o que fazer.

Guia Melhores Destinos – Bonito-MS

Assim, com uma rápida passada de olho na página, eu já consigo destacar alguns dos principais pontos que devo conhecer ao visitar Bonito, como por exemplo: Gruta do Lago Azul, Rio Sucuri e Rio da Prata.

Guia Melhores Destinos – Bonito-MS

Seguindo adiante, consigo achar as principais atividades a se fazer na cidade, como por exemplo: Flutuação nos rios, visita às cavernas, trilhas e cachoeiras na Boca da Onça e o rapel no Abismo Anhumas.

Guia Melhores Destinos – Bonito-MS

Portanto, com uma rápida pesquisada no Guia Melhores Destinos, já é possível priorizar os passeios que não posso perder durante minha viagem por Bonito. Mas, e se o meu destino não tiver um guia pronto como esse, o que fazer?

Google

Por último, o que eu gosto de fazer também é entrar no Google e digitar a seguinte sequência:

Roteiro + nome da cidade + quantidade de dias que vou ficar

Por exemplo, nesse caso ficaria assim: Roteiro Bonito 3 dias.

Pesquisa de Roteiro no Google

Ou seja, você terá acesso a dezenas de roteiros personalizados sobre o que fazer no destino. Portanto, basta ativar a curiosidade, abrir os que você achar mais interessantes e começar a ler as informações sobre atrações, passeios e atividades.

DICA: Preste atenção nas atrações, passeios e atividades do primeiro dia, pois geralmente são coisas que não podem faltar na sua viagem. Portanto, não deixe de incluir no seu roteiro.

Entretanto, assim como um quebra-cabeças precisa de uma mesa para ser montado, você também precisa de um lugar para organizar todas as informações. Por isso, vou mostrar duas ferramentas que eu uso para montar meus roteiros.

Ferramentas para consolidar o roteiro

Word

Essa é a minha forma favorita de montar o quebra-cabeças do roteiro, pois conforme eu vou lendo esses roteiros, copio as informações interessantes e colo em um documento em branco no Word.

Para ter uma noção, abaixo tem um roteiro que eu comecei a fazer quando eu pensava em ir para Patagônia.

Roteiro em construção – Patagônia

Repare que ele não está completo, nem formatado, mas é esse o objetivo inicial da busca de informações, apenas reunir as principais informações numa primeira leitura rápida. Ou seja, aqui não há preocupações com formatação, link, etc.

Por exemplo, quando você monta um quebra-cabeças, você começa separando as peças entre peças da borda ou então com as cores semelhantes. Depois, você começa a montar e juntar as peças.

Com o roteiro vale a mesma regra. Em primeiro lugar você junta as informações que julga importantes, depois vai refinando e achando os “encaixes” entre essas informações.

Veja, por exemplo, esse roteiro já completo para Bonito após pesquisar, ler e consolidar as informações encaixando as peças dentro dos dias disponíveis.

Roteiro completo para Bonito-MS
TripCase

Caso você queira acompanhar o seu roteiro pelo celular, recomendo também o aplicativo TripCase.

A ideia do aplicativo é organizar seu itinerário para que você possa acompanhá-lo pelo celular. Para isso, basta fazer o cadastro pelo app ou pelo site e adicionar as principais informações da sua viagem, como: voos, hospedagens, atrações, atividades, passeios, etc.

Por exemplo, você pode colocar o local, dia e horário do check-in e do check-out no lugar que for dormir.

O melhor de tudo é que você pode conferir as viagens passadas, como essa que eu fiz pra África, além de editar quantas vezes quiser o itinerário atual, e ainda adicionar novos roteiros.

PDF gerado pelo TripCase

Enfim, uma ótima opção para acompanhar seu roteiro na palma da sua mão.

Fechando o Roteiro

Finalmente, depois de montado o quebra-cabeças, basta aguardar a data da viagem para poder aproveitar cada detalhe planejado.

Até lá você pode ir refinando e ajustando o roteiro, buscando otimizar o orçamento e buscando os melhores preços de passagem e hospedagem.

E você, como faz para montar o seu roteiro de viagens? Me conta nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.