fbpx

#004 – Cenário Econômico 2019

#004 – Cenário Econômico 2019

31 de janeiro de 2019 Começando a Investir Poupar dinheiro 2
Compartilhar:

No dia 1º de janeiro de 2019, Jair Messias Bolsonaro (PSL) tomou posse como o 38º presidente do Brasil, assim como os 27 governadores eleitos em outubro do ano passado. Além deles, o Senado teve um dos maiores índices de renovação de sua história, com 46 das 54 cadeiras ocupadas por novos senadores e a Câmara teve uma renovação de 47,3%, com 243 deputados novos. Mas qual a consequência disso para o futuro da economia em 2019?

Economia e Política são duas áreas das Ciências Sociais, ou seja, são áreas que têm como objeto de estudo as relações sociais. Grosso modo, a Economia estuda a nossa relação com os recursos disponíveis, que em última instância pode ser resumido como nossa relação com o dinheiro, enquanto que a Política estuda as formas de organização da sociedade. Portanto, ambos os assuntos estão conectados e é natural que ao modificar o quadro político do país, também aconteçam mudanças na economia.

Segundo estimativa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o Produto Interno Bruto (PIB) – que representa a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – deve fechar 2018 com crescimento de apenas 1,3%, taxa bem abaixo da esperada pela maioria dos analistas no início do ano passado. Dentre os fatores listados como responsáveis estão, além da greve dos caminhoneiros, os seguintes fatores: (i) ambiente de incerteza associado ao desequilíbrio das contas públicas; (ii) implementação incompleta do conjunto de medidas para remover as restrições ao investimento e ao aumento da produtividade geral da economia.

No entanto, para o ano 2019, com a renovação do quadro político interno, que tem como principal discurso da equipe econômica o comprometimento com a implementação das reformas e medidas neces­sárias à superação da crise, espera-se que o PIB atinja um crescimento de 2,5%. Também é importante ressaltar que, segundo os analistas de mercado, 2019 tem tudo para ser o ano da Bolsa no Brasil e que o momento de investir na renda variável é esse.

Portanto, para quem deseja investir, seja um investimento pessoal, seja para abrir um negócio, ou até para ampliar um negócio atual, é necessário ficar por dentro do noticiário econômico para poder se planejar e antecipar movimentos futuros.

Por fim, para quem tiver interesse na análise econômica de 2019, irei disponibilizar um e-book grátis com informações, dados e projeções de mercado dos principais indicadores econômicos de 2019. Também fiz um infográfico com o resumo dos principais indicadores presentes no e-book para que compartilhem e conheçam melhor o cenário econômico para 2019.



Compartilhar:

 

2 comentários

  1. Raul Xavier disse:

    Murilo, me interessa e muito investir, mas qual seria o melhor caminho para um novato? Comprar dívida do tesouro? Ou outro tipo de investimento usando a tabela do selic? Me dá uma luz 💡! Obrigado

    • Murilo Massaretto disse:

      Olá Raul! Muito obrigado pelo comentário, fico muito feliz que tenha interesse pelo tema. A princípio, você precisa ter em mente se deseja investir em algo a curto, médio ou longo prazo, assim poderá escolher melhor o seu investimento e que te dê um retorno esperado.

      A minha sugestão para quem está começando é investir no Tesouro Direto Selic, pois esses títulos têm seu rendimento ligado à taxa Selic e o valor de investimento mínimo é menos de R$100. Além disso, podem ser resgatados rapidamente, tornando-se uma boa opção para quem precisa fazer uma reserva de emergência ou acredita que possa precisar dos recursos em menos tempo.

      No entanto, nos próximos meses publicarei uma série de posts ensinando como começar a investir, desde a criação da conta em uma corretora até a efetivação do investimento. Acompanhe os próximos posts! Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *